Logo Centro Universitário Integrado

Graduação - Ciências agrárias e biológicas

Forme-se em

Agronomia

Estudar Agronomia em um dos países que mais produz alimentos em todo mundo é uma escolha mais do que certeira.  Imagine quantas oportunidades existem para os profissionais especializados na área?!

Agronomia

Conclusão prevista em 5 anos
Graduação que é destaque no MEC
Imagem card - Agronomia
Imagem - Tudo para que você se torne o(a) agrônomo(a) que o país precisa

Tudo para que você se torne o(a) agrônomo(a) que o país precisa

  • Vertical do Agro: proposta de inovação curricular
  • Aulas práticas presenciais no câmpus de Campo Mourão
  • Acesso ao maior hub de inovação do agro da América Latina
  • Parceria com mais de 20 empresas do setor do agronegócio
  • Projetos sociais que atendem à comunidade

Formando os líderes do agro do futuro

Imagem

Em parceria com a Cumbre, empresa de educação no agronegócio voltada a soluções transformadoras, estamos focados em formar os novos líderes do agro. Cada conteúdo foi pensado para que você aprenda na prática o que precisa para se destacar no mercado de trabalho. E, para transmitir esse conhecimento, essa parceria colocará você em contato com os maiores nomes do agro: professores convidados que, juntos, somam mais de 250 anos de experiência no setor. Conheça eles:

Conheça o curso de Agronomia do Centro Universitário Integrado!

O curso de Agronomia Semipresencial do Centro Universitário Integrado agrupa diversos saberes que se relacionam com o objetivo de inovar a matriz curricular. O foco, portanto, está em disciplinas das áreas biológicas e exatas, focando nos conteúdos da agronomia e na forma prática de atuação.

O Câmpus Fazenda de Campo Mourão possui diversos laboratórios espalhados pelos seus 100 hectares, com áreas de pesquisa compartilhadas com empresas parceiras. Ele conta com sistema de integração entre lavoura e pecuária e áreas de demonstração para as aulas práticas. Conheça a graduação presencial em Agronomia!

Continue a leitura e descubra porque fazer agronomia no Integrado é o caminho certo para o seu futuro:

Áreas da Agronomia

A agronomia possui várias áreas que se dedicam ao estudo das técnicas de plantação e cultivo, aperfeiçoando as técnicas e o processamento de produtos. Sempre aliado às novidades tecnológicas, as áreas da agronomia estão em constante evolução.

Confira algumas das que estão em alta!

1. Indústria: produção agroindustrial

Na produção agroindustrial, você poderá atuar com produtos agrícolas e fazer o gerenciamento de todo o processo de industrialização. Ao longo do trabalho, você precisará levar em conta questões como as particularidades das matérias-primas utilizadas.

A sazonalidade das matérias-primas também deve ser considerada, assim como a heterogeneidade e o fato de algumas delas serem perecíveis. Todos esses fatores fazem com que o setor da produção agroindustrial seja um dos mais complexos de serem exercidos.

A principal função da produção agroindustrial é tornar a matéria-prima durável, prolongando o período em que ela pode ser utilizada. Assim, seu prazo de validade é estendido e a sazonalidade é reduzida.

2. Solo: manejo e otimização

Na área de otimização e manejo do solo, o engenheiro agrônomo atua no auxílio e na preservação do meio ambiente. O estudo para o melhoramento do solo visa trabalhar com áreas de reflorestamento e fazer o plantio nessas áreas, além de lidar com a devastação de matas e florestas.

A atividade de manejo do solo inclui práticas de fertilização, cultivo e conservação, como faixas de retenção e plantio em curvas de nível. Aqui, o profissional se aperfeiçoa na agricultura orgânica, valorizando o solo e tendo a visão de que ele é o principal componente do processo de produção.

3. Vigilância sanitária

O trabalho do engenheiro agrônomo na vigilância sanitária foca na orientação e na fiscalização de todos os estabelecimentos da área alimentícia, sejam eles rurais ou urbanos. A área de vigilância sanitária possui campo de atuação com destaque para cargos públicos, com diversos concursos disponibilizados.

Sua atuação é feita em conjunto com outros profissionais, como veterinários, biólogos e médicos. A fiscalização dos produtos alimentícios de origem animal e vegetal tem como objetivo garantir que o produto chegará ao consumidor nas condições ideais.

4. Docência

Como forma de compartilhar o conhecimento já aprendido com outras pessoas que buscam uma formação na área da agronomia, o engenheiro agrônomo também pode optar pela área acadêmica depois de se formar. Com alguns anos de experiência prática e teórica, o profissional pode ministrar aulas após complementar sua formação com estudos da área pedagógica.

Contudo, caso as aulas sejam para ensino superior, é necessário que o agrônomo seja pós-graduado, possuindo especialização, mestrado ou doutorado. É preciso ter esse tipo de especialização, pois, quando comparadas ao ensino básico, as abordagens e as metodologias utilizadas são diferentes.

5. Gestão rural

Como forma de administrar e gerenciar as áreas rurais, o engenheiro agrônomo pode se especializar na gestão rural. Sua capacidade de gerenciamento e de operação permite que ele trabalhe com animais, cuide da agricultura do lugar e entenda sobre o dimensionamento das áreas administradas.

Se você gosta de acumular funções de liderança, administrando espaços e fazendo com que a produção aconteça como o planejado, saiba que essa área é perfeita para você! Vale lembrar que é importante ter paciência para lidar com as adversidades e as burocracias envolvidas, é claro!

Descubra a matriz curricular de Agronomia

Com o curso de Agronomia semipresencial do Centro Universitário Integrado, você tem a experiência de estudar com conteúdos focados no aprendizado prático para se destacar no mercado de trabalho. O Integrado tem parceria com a Cumbre, empresa do agronegócio voltada para a educação aliada a soluções transformadoras.

O curso conta com professores convidados que são considerados os maiores nomes do agronegócio, somando mais de 250 anos de experiência na área. Além disso, o curso conta com:

- Aulas práticas no campus de Campo Mourão (PR);

- Parceria com mais de 20 empresas do agronegócio;

- Projetos sociais com atendimento à comunidade;

- Acesso ao maior hub de inovação do agro da América Latina.

Conheça também o nosso processo de formação continuada, com os cursos de pós-graduação. Com o MBA Agro360: gestão, inovação e estratégia, você domina os pilares essenciais para se tornar um profissional completo e de alta performance no agronegócio.

Mercado de Agronomia: saiba todos os detalhes!

Por ser um país de grande extensão e ter a agricultura e a pecuária muito presentes, o mercado de trabalho está aquecido e aderindo muitos profissionais. Outra razão para o bom movimento do mercado é a grande quantidade de empresas públicas e privadas.

A área de biocombustíveis também vem chamando a atenção nos últimos tempos por conta da preocupação com o futuro e as maneiras de torná-lo mais sustentável. Ela colabora também para a produção de matérias-primas, plantio e lavoura de insumos voltados à produção do biocombustível.

Remuneração para o engenheiro agrônomo

Além de todas as tarefas incríveis do dia a dia da profissão, o salário também é um dos pontos positivos. As bases salariais são definidas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia:

- Carga de 6 horas por dia: 6 salários mínimos;

- Carga de 7 horas por dia: 7,25 salários mínimos;

- Carga de 8 horas por dia: 8,5 salários mínimos.

De acordo com o site da Catho, o salário médio inicial da profissão é definido em R$ 3.000,00, com média salarial de R$ 4.959,58. Um profissional no auge, com carreira financeiramente bem sucedida, pode conseguir um salário de até R$ 12.000,00.

Além da formação no curso, as especializações como a pós-graduação em Meio Ambiente e Sustentabilidade te permitem ter maior destaque no mercado de trabalho e garantir ainda mais sucesso profissional!

Agronomia é no Centro Universitário Integrado

O modelo semipresencial do curso de Agronomia do Integrado proporciona o melhor ensino com a qualidade que você precisa para estudar sem mudar muito a sua rotina. As aulas teóricas não comprometem a sua agenda e as aulas práticas mesclam virtuais, com simulação da realidade, e presenciais, no câmpus de Campo Mourão (PR).

Antes de se formar, você ainda terá a experiência dos estágios supervisionados obrigatórios — ideal para ter uma melhor noção da profissão na prática.

Depois de formado, dá para se especializar na proteção das plantas com o MBA BeAgro: proteção de plantas — aprendendo sobre recomendação e comercialização de defensivos agrícolas. Estude no Integrado e garanta a sua formação com o que há de melhor no ensino profissionalizante!

Como ingressar no Integrado?

Aqui no Integrado, você tem diferentes possibilidades na hora de ingressar no curso escolhido. Você pode ingressar por meio do nosso vestibular, transferência externa, concurso de bolsas, sendo portador de diploma ou usando a sua nota do ENEM. Inclusive, com a nota do exame é possível entrar na faculdade utilizando o FIES ou o ProUni.

Fábio Guerra
Fábio Guerra

Com mais de 15 anos de experiência no agronegócio, hoje é head de vendas Brasil e Paraguai da Syngenta Seeds. É engenheiro agrônomo pela Universidade Estadual do Norte do Paraná e pós-graduado pela FGV e Fundação Dom Cabral.

Flávia Ramos
Flávia Ramos

São 28 anos dedicados à área de Recursos Humanos. Passou por cargos de liderança e ficou 7 anos na Monsanto. Atualmente, é vice-presidente de RH da Bayer, head de talento, cultura e inclusão e diversidade.

Elisabete Rello
Elisabete Rello

Possui mais de 35 anos de experiência em RH e foi CHRO (C-level) da Bayer Crop Science por 21 anos. É psicóloga com extensa formação em cursos como Transformação Digital (IMD) e Change Management (Ashridge).

Abdalah Novaes
Abdalah Novaes

Mais de 13 anos de experiência no agronegócio. Foi gerente global de canais em 3 continentes, diretor de vendas SUL e diretor de acesso ao mercado Brasil. Atualmente é head para América Latina de soluções digitais da Bayer.

Eduardo Leduc
Eduardo Leduc

Foi CEO na BASF e vice-presidente sênior. É engenheiro agrônomo de formação com pós-graduação em marketing. Carreira internacional desenvolvida no Brasil, Alemanha e Estados Unidos entre 1984 e 2020.

Flávia Porto
Flávia Porto

Possui 27 anos de experiência em entrevistas e processos seletivos. É head de RH - Brasil da Yara Fertilizantes. Se destaca pelos temas de transformação cultural, atração e gestão de talentos, diversidade, equidade e inclusão.

Max Fernandes
Max Fernandes

Mais de 22 anos de experiência no agronegócio, trabalhou em três das maiores empresas do setor – Monsanto, Bayer e Syngenta. Atualmente, é diretor de vendas da Syngenta, liderando um time de mais de 70 profissionais.

Thomas Britze
Thomas Britze

Com mais de 38 anos de experiência no agronegócio, foi CEO na AMVAC, líder global de portfólio de fungicidas na Bayer e diretor presidente da Helm. Foi responsável por negócios de mais de US$500 milhões e uma equipe de 500 pessoas.

Ivan Moreno
Ivan Moreno

Tem mais de 25 anos de experiência no agronegócio, trabalhou em empresas como Syngenta, FMC e Bayer. Atualmente, é CEO da Orbia, maior marketplace do agronegócio para venda de insumos e originação de commodities.

Renato Seraphim
Renato Seraphim

São mais de 25 anos de experiência no agronegócio, trabalhando na área de defensivos agrícolas e biotecnologia. Foi CEO de três empresas e trabalhou nas multinacionais Syngenta e Bayer. Hoje, ocupa o cargo de CMO da UPL.

Câmpus Fazenda

As práticas presenciais ocorrem no câmpus de Campo Mourão, que possui estrutura única, capaz de proporcionar vivências singulares.

A área de 100 hectares conta com diversos laboratórios, casas de vegetação climatizadas, sistema de irrigação, galpão para abrigo das máquinas e implementos, sistema integração lavoura-pecuária, áreas para pesquisa em parceria com empresas do setor e áreas demonstrativas para dias de campo.

Para fomentar a inovação

Instituto Integrado de Ciência e Tecnologia (IN2)

O IN2 incentiva a realização e difusão de projetos de pesquisa, tecnologia e inovação, voltados para o desenvolvimento econômico e social da região. Você poderá desenvolver estudos e pesquisas de tecnologias alternativas, produção e ainda divulgar os resultados obtidos em eventos.

Agro Celeiro

Com metodologias ágeis e atividades que incentivam o empreendedorismo, você terá que desenvolver soluções para problemas reais, enfrentados pelos produtores e empresas rurais, seguindo as etapas do programa Startup Level One, do Sebrae.

Integrado Genética

No programa de melhoramento genético, o objetivo é o desenvolvimento de cultivares de soja com estabilidade, alto rendimento e que agreguem valor aos clientes. O programa conta com 3 estações de pesquisa no Brasil e testa seus materiais em 25 locais de experimentação nas regiões Centro-Oeste e Sul do país.

Internacionalização

O programa de mobilidade acadêmica é a oportunidade perfeita para você estudar fora do Brasil. O Integrado possui parceria com instituições internacionais, que recebem nossos acadêmicos pelo semestre, e ao final do intercâmbio é realizado o aproveitamento das disciplinas para que seu desempenho na graduação não seja comprometido.

O que você vai estudar

Para formar profissionais do futuro, a proposta do Integrado é inovar a matriz curricular. Os módulos agrupam saberes relacionados e te ajudarão a desenvolver competências necessárias para sua atuação.

Assim, a matriz curricular passa por disciplinas da Biologia, Química e Exatas — mas não se preocupe, pois elas serão trabalhadas com enfoque em conteúdos específicos do curso para que você consiga ver a aplicabilidade na prática.

A partir dessa organização, você aprenderá sobre:

  • Manejo e Conservação do Solo
  • Agropecuária Moderna
  • Produção de Commodities Agrícolas
  • Softwares e Tecnologias
  • Máquinas e Mecanização
  • Sustentabilidade e Inovação
  • Gestão do Agronegócio
  • E muito mais!

O curso de Agronomia, na metodologia semipresencial do Integrado, é completo, multidisciplinar e atualizado. Com ele, você terá liberdade para atuar em qualquer área do agro e se tornar um profissional de sucesso.

Venha fazer sua graduação em Agronomia no Integrado

Aproveite nossas condições especiais:

De: R$ 1.011,07
Por: R$ 808,86
Imagem - Venha fazer sua graduação em Agronomia no Integrado

Como funciona o semipresencial

O semipresencial é uma metodologia que combina o melhor da vivência universitária em sala de aula com a flexibilidade do ensino a distância. As aulas teóricas são gravadas e ficam disponíveis para você assistir sem comprometer sua agenda, conforme seu próprio cronograma de estudos. Já as aulas práticas podem ser online, realizadas em ambientes virtuais que simulam a realidade, e presenciais, no câmpus de Campo Mourão. Ao final do curso, você ainda terá os estágios supervisionados obrigatórios.

O semipresencial também garante a você:

Ícone Acesso à nossa estrutura câmpus

Acesso à nossa estrutura câmpus

Ícone Visitas técnicas em negócios da área

Visitas técnicas em negócios da área

Ícone Aulas práticas desde o 1° ano

Aulas práticas desde o 1° ano

Ícone Programa de Desenvolvimento de Carreira e Mentoria

Programa de Desenvolvimento de Carreira e Mentoria

Ícone Mais networking

Mais networking

Como será a sua carreira

Ao se formar em Agronomia, você ganhará o título de engenheiro(a) agrônomo(a) e poderá trabalhar em diversas áreas do agronegócio. Conheça algumas:
Gestão rural
Gestão rural

Liderar equipes, administrar processos e garantir o bom funcionamento da propriedade.

Produção alimentícia
Produção alimentícia

Empreender, atuando na indústria ou prestando consultorias para cultivo, análise e desenvolvimento.

Fitotecnia
Fitotecnia

Foco no plantio, manejo e melhoramento genético de sementes e mudas para culturas.

Engenharia rural
Engenharia rural

Atuar com obras de drenagem, nivelamento e irrigação, e gerenciamento de máquinas agrícolas.

O que significa Ser Integrado

Para transformar essas possibilidades na sua realidade, é preciso uma formação de qualidade, como a que você encontra aqui no Integrado. Nossos cursos de graduação combinam décadas de experiência e tradição com o que há de mais inovador em termos de estrutura e metodologia.

Além disso, o corpo docente é composto por profissionais e pesquisadores altamente qualificados, comprometidos com a missão de educar e que irão te guiar ao futuro que você tanto quer e merece.

Imagem - O que significa Ser Integrado

Áreas da Agronomia

A agronomia possui várias áreas que se dedicam ao estudo das técnicas de plantação e cultivo, aperfeiçoando as técnicas e o processamento de produtos. Sempre aliado às novidades tecnológicas, as áreas da agronomia estão em constante evolução.

Confira algumas das que estão em alta!

1. Indústria: produção agroindustrial

Na produção agroindustrial, você poderá atuar com produtos agrícolas e fazer o gerenciamento de todo o processo de industrialização. Ao longo do trabalho, você precisará levar em conta questões como as particularidades das matérias-primas utilizadas.

A sazonalidade das matérias-primas também deve ser considerada, assim como a heterogeneidade e o fato de algumas delas serem perecíveis. Todos esses fatores fazem com que o setor da produção agroindustrial seja um dos mais complexos de serem exercidos.

A principal função da produção agroindustrial é tornar a matéria-prima durável, prolongando o período em que ela pode ser utilizada. Assim, seu prazo de validade é estendido e a sazonalidade é reduzida.

2. Solo: manejo e otimização

Na área de otimização e manejo do solo, o engenheiro agrônomo atua no auxílio e na preservação do meio ambiente. O estudo para o melhoramento do solo visa trabalhar com áreas de reflorestamento e fazer o plantio nessas áreas, além de lidar com a devastação de matas e florestas.

A atividade de manejo do solo inclui práticas de fertilização, cultivo e conservação, como faixas de retenção e plantio em curvas de nível. Aqui, o profissional se aperfeiçoa na agricultura orgânica, valorizando o solo e tendo a visão de que ele é o principal componente do processo de produção.

3. Vigilância sanitária

O trabalho do engenheiro agrônomo na vigilância sanitária foca na orientação e na fiscalização de todos os estabelecimentos da área alimentícia, sejam eles rurais ou urbanos. A área de vigilância sanitária possui campo de atuação com destaque para cargos públicos, com diversos concursos disponibilizados.

Sua atuação é feita em conjunto com outros profissionais, como veterinários, biólogos e médicos. A fiscalização dos produtos alimentícios de origem animal e vegetal tem como objetivo garantir que o produto chegará ao consumidor nas condições ideais.

4. Docência

Como forma de compartilhar o conhecimento já aprendido com outras pessoas que buscam uma formação na área da agronomia, o engenheiro agrônomo também pode optar pela área acadêmica depois de se formar. Com alguns anos de experiência prática e teórica, o profissional pode ministrar aulas após complementar sua formação com estudos da área pedagógica.

Contudo, caso as aulas sejam para ensino superior, é necessário que o agrônomo seja pós-graduado, possuindo especialização, mestrado ou doutorado. É preciso ter esse tipo de especialização, pois, quando comparadas ao ensino básico, as abordagens e as metodologias utilizadas são diferentes.

5. Gestão rural

Como forma de administrar e gerenciar as áreas rurais, o engenheiro agrônomo pode se especializar na gestão rural. Sua capacidade de gerenciamento e de operação permite que ele trabalhe com animais, cuide da agricultura do lugar e entenda sobre o dimensionamento das áreas administradas.

Se você gosta de acumular funções de liderança, administrando espaços e fazendo com que a produção aconteça como o planejado, saiba que essa área é perfeita para você! Vale lembrar que é importante ter paciência para lidar com as adversidades e as burocracias envolvidas, é claro!

Compartilhe